TVs gaúchas legislativas promovem coberturas especiais sobre a tragédia

Produções destacam voluntários e sentimento de solidariedade na população

TVs gaúchas legislativas promovem coberturas especiais sobre a tragédia
Os parlamentos estadual e municipais do Rio Grande do Sul mudaram as suas rotinas desde a tragédia que já vitimou mais de dois milhões de pessoas no estado. Os setores de comunicação das casas legislativas têm, dentro do possível, voltado a programação para a cobertura sobre as tempestades e para a divulgação de informações que possam orientar os moradores das 463 cidades afetadas.


A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS) produziu uma reportagem especial de mais de dez minutos sobre o sentimento de solidariedade que tem tomado conta do estado e ajudado a salvar vidas.


- A reportagem mostra que a corrente do bem é fortíssima. Estamos muito comovidos com o engajamento de todo o país para minimizar os efeitos desta tragédia sem precedentes na história do nosso estado. Neste cenário de guerra, reencontramos o orgulho de sermos gaúchos, brasileiros e, acima de tudo, irmãos - disse o jornalista Daniel Germano, diretor de Jornalismo da ALRS.


Já a TV Câmara de Bagé lançou um especial de quase vinte minutos sobre o trabalho voluntário de produtores rurais da cidade de Bagé no município de Guaíba, a 30km de Porto Alegre. A ideia inicial era produzir uma matéria mais simples, mas a equipe formada por dois jornalistas e um motorista percebeu que o material renderia uma produção maior e mais elaborada.


- As situações foram aparecendo e nós percebemos a oportunidade de produzir mais do que uma simples matéria e virar um especial, mostrando o envolvimento e a disposição dos bageenses em ajudar. O desafio foi não exagerar na forma de mostrar o sofrimento das pessoas, mas sim, destacar o empenho de quem pensa no próximo, sem pensar duas vezes. A qualidade do resultado me surpreendeu positivamente - disse Paulo Ferreira, um dos jornalistas da TV Câmara de Bagé.


Já Lara Denise, outra produtora do especial, comentou sobre a importância deste tipo de trabalho para a comunicação pública:


- É uma forma de mostrar que a comunicação pública está ao lado do cidadão e que, para além da questão política, o propósito final é sempre legitimar as iniciativas que mudam a sociedade - disse.


Outra cidade bastante afetada pelas inundações foi Santa Maria, que fica a quase 300km de Porto Alegre. O histórico prédio da Câmara Municipal, que tem quase 130 anos, chegou a sofrer avarias em sua estrutura, mas foram feitos reparos emergenciais para evitar danos mais graves.


A TV Câmara de Santa Maria e as redes sociais da emissora também voltaram as suas atividades para o esclarecimento da população e para a cobertura das consequências dos eventos climáticos. O canal fez a cobertura da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de parte dos ministros do governo federal e do governador, Eduardo Leite, na cidade, no dia 2 de maio.


- A estrutura física e de pessoal da TV Câmara tem estado de prontidão para municiar a população com informações que possam auxiliar os santa-marienses a recorrer aos canais e órgãos públicos para buscar o apoio necessário. É um momento de adaptação frente a um cenário ainda turbulento - disse Marcelo Martins, coordenador de Comunicação da Câmara Municipal de Santa Maria.


Assista à reportagem "SOS Rio Grande do Sul: a solidariedade que une os gaúchos"


Assista à reportagem "Especial Voluntários de Bagé em Guaíba"


Bruno Lara / ASTRAL.

MAIS NOTÍCIAS
ValeVirtual Tecnologia