TV legislativas no Brasil vão mudar de número na lista de canais

TV legislativas no Brasil vão mudar de número na lista de canais

A crescente expansão dos canais legislativos e o avanço da tecnologia modificou os números em exibição das emissoras que compõe a Rede Legislativa de televisão. Por isso, 43 cidades terão, a partir de 29 de agosto, novos números de sintonia, que devem ser alterados na lista de canais. A mudança é considerada benéfica pela Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (Astral) e foi determinada pelo Ministério das Comunicações que colocará o canal legislativo mais acessível aos telespectadores, onde se concentram  outras emissoras de TV.

“Objetivo é popularizar as programações das TVs legislativas, aumentando a audiência das sessões plenárias de votação, reuniões públicas, debates, entrevistas e programas jornalísticos”, esclarece a coordenadora da Rede Legislativa da Câmara Federal e vice-presidente da Astral, Evelin Maciel.

Os canais da Rede Legislativa de TV estão presentes em 25 capitais: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Curitiba, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo e Vitória. “As capitais Campo Grande e Teresina também estão previstas para este ano”, destaca Evelin Maciel.

“O fortalecimento do Poder Legislativo é feito também na expansão dos canais legislativos. Tudo para que o cidadão acompanhe o dia a dia do trabalho dos parlamentares na Câmara, no Senado, na Assembleia Legislativa e Câmara Municipal”, argumenta o presidente da Astral, Marcelo Malacrida.

A Rede Legislativa de TV, além de alterar a numeração dos canais no ar, continua sua expansão pelo Brasil e já tem sinal aberto de televisão em 59 cidades, com alcance de 250 municípios. Fazem parte da Rede, atualmente, 65 emissoras legislativas. Estão em implantação outros 112 canais.

Confira abaixo as mudanças dos números dos canais legislativos em todo o país. A sintonia será feita automaticamente pelo aparelho de TV, sem que seja necessário qualquer procedimento. Caso a TV não sintonize os canais do Legislativo, basta executar a função de "busca ou sintonia de canais" do aparelho para regularizar a transmissão do canal legislativo.

MAIS NOTÍCIAS
ValeVirtual Tecnologia