Sid Carneiro

No período que antecede ao processo eleitoral no Brasil, para a escolha dos cargos a Presidente, Senadores, Deputados Federais e Deputados Estaduais, os órgãos vinculados à justiça eleitoral têm feito alertas aos pré-candidatos, assessorias, eleitores e a própria Imprensa, sobre a possibilidade de veicular propagandas extemporâneas.

Os limites para veiculações televisivas, no período eleitoral, serão abordados, durante o X Encontro da Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (ASTRAL) pelo palestrante, Drº Fábio Nadal Pedro, procurador Geral da Câmara de Vereadores de Jundiaí (SP). O evento acontece no próximo dia 9, na cidade de Gramado (RS), com a presença de mais de quarenta profissionais inscritos.

Conhecedor da legislação eleitoral, Fábio Nadal considera as leis eleitorais específicas, porém, cheias de pormenores. “Às vezes o desconhecimento de um simples detalhe pode levar a equívocos e a severas punições. Estar atento ao conteúdo das TVs Câmaras, principalmente, no período eleitoral é preservar, tanto a instituição, quanto os parlamentares”, alertou Nadal.

SOBRE O EVENTO:

De acordo com Fábio Nadal, a troca de experiências é algo muito positivo. Ele cita como exemplo, algum participante fazer questionamentos específicos, que não havia sequer, sido cogitado pelos demais – e o esclarecimento de tal dúvida, será útil para todos. “É essa a importância de encontros como este: que as pessoas se comuniquem e ajudem umas às outras a trilhar o melhor caminho com base na transparência, seguindo estritamente, o que diz a legislação”, observou Fábio.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.