Fotos:  EDMAR MAURICIO BARBANT/ “A atualização dos profissionais das emissoras legislativas brasileiras propicia a realização de uma comunicação mais transparente e de qualidade, com leveza até o consumidor final, que é a população”. A avaliação partiu do presidente da ASTRAL, Wanderley Oliveira, hoje (30), que prestigiou a abertura do 1º Seminário de Comunicação Pública da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, mas que também foi direcionado para os profissionais da rede de comunicação privadas. O evento segue até amanhã (1), nas dependências do parlamento mato-grossense.

    

Palestrante, Jornalista e professor, Eugênio Bucci, Gerente da Rádio ALMT/ Jaime Neto, Presidente da ASTRAL, Wanderley Oliveira, o Presidente da ALMT, Eduardo Botelho e a Secretária de Comunicação, Rosimeire Felfili.

“É uma prova de que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso está atenta aos avanços da comunicação pública e não mede esforços em qualificar seus profissionais da área de comunicação, além de estender esse conhecimento para a imprensa externa também, como faz nesse grande seminário. O Legislativo se torna mais transparente e a população e quem ganha com a prestação de serviço de qualidade”, disse Wanderley.

Ele ressaltou a implantação com sucesso da Rádio FM 89,5 bem como do canal exclusivo de tv digital 30.1 e a Rádio 89.,5 dentro da rede legislativa de rádio e tv digital.

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho ressaltou o trabalho da Secretaria de Comunicação que, através desse seminário – um dos maiores já promovidos por um órgão público no estado, representa a junção desse anseio social e da política de democratização da atual Mesa Diretora: que com a maior acessibilidade das mídias comunicacionais será consolidada a mudança de comportamento do cidadão frente aos serviços públicos. “Nós que compomos o Poder Legislativo de Mato Grosso, entendemos a importância da comunicação pública como ferramenta de divulgação das ações dos seus agentes e de aprimoramento dos serviços públicos, além da esperada democratização social sob a perspectiva do cidadão”, disse Botelho.

A secretária de Comunicação, Rosimeire Felfili disse que o seminário deve ser avaliado como um espaço democrático para a reflexão das atividades dos setores de comunicação em instituições públicas e privadas. “Trata-se de um evento que permite a reflexão sobre a atuação das entidades de comunicação públicas e privadas que atuam em nosso Estado”, disse Rosemeire.

A primeira palestra ficou por conta do jornalista, professor associado da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) e ex-presidente da Radiobrás, Eugênio Bucci que falou sobre “Ética, jornalismo e a comunicação pública do Poder Legislativo”.

A programação da tarde, o “Uso das Redes Sociais na gestão do mandato legislativo” foi com o especialista em marketing Gabriel Rossi.

Na sexta-feira (01.12), o dia é aberto com um painel com as jornalistas e servidoras da Câmara Federal, Cláudia Lemos e Cristiane Brum Bernardes. À tarde, o painel “O Rádio e a comunicação pública”, será conduzido com o jornalista da Cultura Brasil (AM) e Cultura FM de São Paulo (FM), Alexandre Pereira Tondella, e a jornalista e docente da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sônia Virgínia Moreira. O encerramento será com o jornalista Phelipe Siani, da TV Globo, sobre a nova linguagem do telejornalismo.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.