Foto: Marcelo Paiva/A Câmara Municipal de  Sete Lagoas (MG), está fazendo sua parte dentro das comemorações de 150 anos de Sete Lagoas. Depois de organizar uma exposição que conta a história da imprensa local, o Legislativo homenageou pessoas e empresas que contribuem com o desenvolvimento da cidade no momento em que completa um século e meio de emancipação.

Pela importante presença nesse momento histórico, os homenageados levaram para casa o símbolo maior do município, o Brasão da cidade, que foi forjado em uma peça de acrílico. “Ficou diferente e muito bonito. Meu pai já recebeu placas e a gente precisa ler para saber quem ofereceu. Com o Brasão a gente já identifica direto que é da Câmara. Muito bonito mesmo”, definiu Kelen Cristina que representou o pai José Eustáquio da Costa.

Outro homenageado foi o artista Ronald Fernandino (foto), 88 anos, que é a única pessoa viva do grupo de cinco que, em 1957, a pedido do então prefeito Afrânio Avelar, elaborou o Brasão. “Me sinto um imortal porque realizei uma obra para toda a vida”, disse o ilustrador e desenhista em recente entrevista para a TV Câmara.

A sessão que aconteceu na última quarta-feira (22) foi bastante concorrida no salão do clube Náutico que cedeu o espaço sem custo para o Legislativo. O presidente da Câmara, Cláudio Caramelo (PRB) foi o anfitrião da noite e parabenizou a todos os agraciados. “Todos são muito merecedores. A cidade completa 150 anos que não são 150 dias. Então, a Câmara precisava realizar esse evento para valorizar essas pessoas que contribuem muito para o desenvolvimento da cidade”.

Os eleitos pelos vereadores foram pessoas físicas ou jurídicas e uma comissão criada especialmente para o evento indicou empresas ou instituições que empregam, geram renda e contribuem de forma destacada para o crescimento do município. O deputado estadual Douglas Melo, o prefeito Leone Maciel e o vice Duílio de Castro foram alguns dos agraciados apontados pela comissão.

Para Douglas, que fará uma sessão pelo aniversário da cidade na Assembleia, “o momento é de reconhecimento e a Câmara precisa mesmo valorizar essas pessoas. Muitas delas estão nos bastidores da cidade e trabalhando para empregar, gerar renda e fazer a economia girar. É muito justa a homenagem e a Câmara está de parabéns”.

O chefe do executivo, Leone Maciel, considera justa a entrega porque “essas pessoas estão trabalhando para vencer a estagnação e a crise econômica que a gente está vivendo”. As polícias Militar e Civil, 4° GAAE, o Projeto Local de Envolvimento Comunitário (PLEC), Vila Vicentina, OAB, e as associações das voluntárias dos hospitais Municipal e Nossa Senhora das Graças foram algumas das entidades homenageadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.